Ativos por Gestor

A maior concentração por gestor dentro do portfólio do plano está com o fundo FEF HSBC Atuarial BD com R$ 467.301.519,58, ou seja, 96,04% do patrimônio líquido do Plano BD. Este fundo tem a maior parte de seus ativos marcados até os vencimentos (na curva) e sua movimentação é conforme resultados obtidos no estudo de ALM.

O fundo atuarial do Plano BD seguiu sua trajetória natural durante 2014, já que sua estratégia é o atendimento ao passivo atuarial do plano: títulos públicos federais indexados à inflação (NTN-Bs e NTN-Cs), marcados na curva.

Em 2014, o Conselho Deliberativo aprovou a retirada de todo recurso alocado no segmento de renda variável, com o objetivo de não expor o plano a alta volatilidade do segmento.

O fundo da Rio Bravo possui foco no investimento em fontes de energia alternativas, como eólica, PCHs entre outras fontes. Em 2013, o fundo fechou a sua capitação (chamadas de capital e integralizações) com R$ 547.800.000,00, sendo a última chamada de capital realizada em 16/09/2013. O fundo apresentou performance -2,16 % no ano. O fundo está finalizando o desenvolvimento de alguns projetos firmados na constituição do fundo.

O fundo BNY Mellon GTD tem como objetivo a realização do fechamento de capital da Companhia GTD Participações S.A. A Faelba mantinha posição em sua carteira própria de dois milhões de ações sendo 50% ações ordinárias e 50% ações preferenciais. Em julho de 2013, as ações de posse da Faelba foram transferidas para o fundo sob administração e gestão da BNY Mellon Asset a qual deverá providenciar todo o processo do fechamento de capital e a saída dos atuais cotistas do fundo no papel. O fundo obteve retorno de 2,37% em 2014.


bd-ativos-por-gestor