Mercado Financeiro

NOTÍCIAS

voltar

Resumo da semana de 11 a 15/09/17*

CÂMBIO

O dólar arrefeceu os ganhos na tarde de 15/09, e terminou em queda ante o Real em meio a uma entrada acentuada de dólares no País com destino à Bolsa, que chegou próximo ao patamar dos 76 mil pontos, diante do otimismo do mercado com o cenário econômico. Houve também um enfraquecimento nas operações em relação à rolagem de swap cambial anunciado pelo Banco Central. A segunda denúncia protocolada na quinta-feira, 14/09, pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer não influenciou os negócios.

No mercado à vista, o dólar fechou em baixa de 0,11%, aos R$ 3,11. O giro financeiro somou US$ 1,58 bilhão. Na mínima, a moeda ficou em R$ 3,11 (-0,12%) e, na máxima, aos R$ 3,13 (+0,50%). Na semana de 11 a 15/09, o dólar terminou com ganho de 0,65%.

JUROS

A sexta-feira, 15/09, foi de oscilações modestas nos juros futuros, que terminaram perto da estabilidade nos vencimentos curtos e com viés de baixa, enquanto os longos fecharam em alta e nas máximas, atribuída à influência do exterior. O mercado absorveu sem traumas a denúncia contra o presidente Michel Temer e ministros do governo, apresentada na quinta-feira, 14/09, pela Procuradoria-Geral da República (PGR), mantendo a percepção de que a acusação contra o presidente será, como da primeira vez, rejeitada pela Câmara. E mesmo o aumento da possibilidade de atraso na votação da reforma da Previdência não assusta os investidores. Já os contratos de vencimento mais próximo seguiram refletindo a avaliação de que a inflação e a Selic podem cair mais do que o esperado, em função das recentes surpresas com preços de alimentos.

BOLSA

Com uma alta de 1,47%, o Índice Bovespa renovou seu pico histórico, atingiu pela primeira vez o patamar dos 75 mil pontos no fechamento e emplacou a oitava semana consecutiva de valorização. O índice chegou no dia 15/09, aos 75.756,51 pontos, representando ganho acumulado de 3,66% na semana de 11 a 15/09, e de 17,12% nas últimas oito. Segundo profissionais do mercado, a alta de sexta-feira, 15/09, foi em boa parte apoiada no ingresso de dinheiro novo na Bolsa, tanto da parte de investidores estrangeiros, como da migração de outros ativos para as ações. O volume de negócios foi robusto e somou R$ 15,7 bilhões.

*Fonte: Agência Estado

 

Av. Tancredo Neves, 450 - Ed. Suarez Trade, 33º andar, sala 3302 - Caminho das Árvores - Salvador - BA. Cep: 41.820-020

Tel.: (71) 3113-6000 / Fax: (71) 3113-6049