Perfis

PLANOS E PRODUTOS > PLANOS PREVIDENCIÁRIOS > PLANO CD

voltar

Opção vai depender do Perfil do Investidor

O perfil do investidor varia de uma pessoa para outra e é decisivo na escolha do tipo de investimento a ser feito. Por exemplo, há pessoas que preferem aplicações no segmento de renda fixa, cujo objetivo é proteger o patrimônio investido; já outras são mais tolerantes ao risco e escolhem as aplicações em renda variável, onde, de um lado, existe um nível maior de risco, mas de outro, há a perspectiva de maiores ganhos no longo prazo. O Plano CD (Faelflex) da Faelba oferece aos participantes três perfis distintos: o Perfil Conservador, o Perfil Básico e o Perfil Diferenciado, que apresentam as seguintes características:


Perfil Conservador

Investimentos no segmento de Renda Fixa cujos ativos possuam como índice de referência o CDI, SELIC ou indexadores similares.


Perfil Básico

Investimentos nos segmentos de Renda Fixa, Imóveis, Operações com Participantes e Investimentos Estruturados.


Perfil Diferenciado

Investimentos no segmento de Renda Variável.

Confira aqui a Norma dos Perfis de Investimentos.

Participantes e Assistidos podem definir o nível de risco para aplicação da sua Reserva Matemática, mediante as seguintes opções:

IMPORTANTE:

O participante pode mudar de perfil duas vezes no ano, em dezembro e junho, passando a alteração a vigorar nos meses seguintes;
O participante que não fizer a opção pelo Perfil Diferenciado nos prazos estabelecidos, dezembro e junho, terá que aguardar o próximo prazo para migrar (transferir) seus recursos para esse perfil;
As posições nos perfis só serão alteradas mediante solicitação do participante nos meses de dezembro e junho de cada ano.

Participantes e Assistidos não são obrigados a mudar de opção

Apesar da abertura dos prazos para escolha do Perfil de Investimento, em junho e dezembro, Participantes e Assistidos do Plano CD não são obrigados a mudar de opção. A opção pode, inclusive, ser a de manter o investimento (patrimônio) no nível de exposição ao risco em que se encontra. Todavia, o participante que desejar fazer nova escolha, deve observar não só o atual contexto econômico, como também a necessidade de utilização da Reserva Matemática no curto, médio ou longo prazo, no caso de programação de aposentadoria.

Especialistas do mercado financeiro destacam a ‘máxima’ do segmento de renda variável, de que época de bolsa baixa, onde o preço das ações se apresenta desvalorizado, não é o momento adequado para se desfazer de posições de investimentos neste mercado. Lembramos que a decisão é da responsabilidade do participante, fazendo-se necessária, para tanto, uma avaliação da situação individual, bem como do perfil na condição de investidor.

Características comuns a todos os tipos de Investimentos

Todo tipo de investimento, seja de renda fixa ou de renda variável, tem algumas características comuns que você deve conhecer antes de começar a investir. É através da análise dessas características que você poderá definir o seu perfil.

Principais características dos investimentos:

  • Rentabilidade
  • Risco
  • Prazo

Com base nas características dos investimentos, há outros itens importantes que, também, devem ser levados em conta como:

  • Liquidez
  • Segurança
  • Valorização
  • Diversificação

Fatores determinantes na escolha do Perfil

A decisão por um Perfil de Investimento para aplicação da Reserva Matemática deve ser tomada considerando vários fatores que impactarão diretamente no resultado esperado, ou seja, no valor do benefício de aposentadoria a ser requerido. O participante deve estar atento ao aspecto de longo prazo que caracteriza, no futuro, a poupança previdenciária visto que é a rentabilidade obtida com a alocação desses recursos quem remunera a Reserva Matemática e que vai garantir, conseqüentemente, um benefício maior ou menor com relação ao que foi projetado. Destacamos algumas variáveis que merecem atenção especial e que serão fundamentais no momento da escolha por um dos perfis:

  • Experiência com Investimentos
  • Patrimônio
  • Tolerância ao risco
  • Estado Civil
  • Idade
  • Objetivo de Liquidez

Rentabilidades Anteriores